Notícias - Performance: “Mais um dia letivo”

02Os estudantes Eduardo Monteiro Pereira e Francisco Cavalcante (2º Delta) realizaram hoje (06/12) uma performance que faz parte dos estudos em História da Arte.  Os dois sentaram-se em cadeiras escolares, vestindo apenas um short térmico e com uma maquiagem que simulava um par de asas arrancadas. A ideia geral era representar uma coruja, que desde tempos ancestrais é concebida como símbolo da Verdade e da Inteligência. 
 
A coruja é uma ave que enxerga na escuridão, podendo encontrar o seu caminho mesmo nas horas em que se pensa que tudo está perdido. Podemos classificar, em nossa sociedade, os jovens como estas corujas, uma vez que conseguem ver além do que o sistema espera deles. São os questionadores, os que acreditam em um futuro melhor e lutam por ele. 
 
A ave com asas castradas representa a restrição que o sistema educacional atual proporciona aos estudantes e muitas das vezes os impede de levantar voo, funcionando como uma crítica social. É  uma reflexão importante que nossos estudantes realizam de modo a compreender e assumir seu papel de cidadão frente à sociedade e construir o bem comum por meio da educação.