Notícias - 5 possíveis indicados ao Oscar com temas que podem cair no ENEM

OSCAR-LABELEntre dezembro e fevereiro, começa a chamada “Temporada de Premiações do cinema”. Com grande enfoque no cinema norte-americano, é nesta época que é lançada a maioria dos filmes que concorre ao Oscar e leva a estatueta dourada para casa. Muitas pessoas acham alguns dos filmes superestimados, quase sempre classificando-os pejorativamente como “filmes feitos para ganhar prêmios”, mas este ano, embora a lista oficial de indicações ainda não tenha saído, grande parte dos filmes que prometem colecionar uma ou múltiplas indicações trazem em seu roteiro histórias com discussões de cunho social.

São eles:

 

moonlight1MOONLIGHT – SOB A LUZ DO LUAR (Moonlight, 2016)

Vencedor do Globo de Ouro de melhor filme de drama neste ano, o filme conta a história de Black (Trevante Rhodes), um rapaz negro que está em processo de autoconhecimento enquanto tenta fugir da realidade de crime e drogas na cidade de Miami, EUA. O roteiro toca em temáticas fortes, tecendo uma crônica sobre a realidade norte-americana nos subúrbios, nas  escolas e nas prisões, de negros, imigrantes, homossexuais, além de enfocar a questão do preconceito e do bullying. Os personagens se encontram imersos em uma situação de falta de perspectivas, refletindo a atual situação dos Estados Unidos com a eleição de Donald Trump e seu radicalismo exacerbado. A estreia do longa nas salas de cinema brasileiras está marcada para 23 de fevereiro de 2017.

 

hell or high waterA QUALQUER CUSTO  (Hell or High Water, 2016)

Poderia ser um filme qualquer enquadrado como faroeste ou ação, mas a história de dois irmãos que assaltam agências de um banco no Texas, sendo perseguidos por um policial às vias da aposentadoria ganha profundidade ao discutir sobre a fragilidade da situação econômica norte-americana e mundial. Durante os 102 minutos da película, o diretor David Mackenzie capta em suas lentes o retrato de uma américa decadente e de uma população descrente com o governo e suas instituíções durante a crise econômica que assolou o país  em julho de 2007. O filme estreiou nos cinemas nacionais em 5 de janeiro de 2017.

 

fencesFENCES (2016)

Sem data de estreia ainda no Brasil, “Fences” é um drama adaptado da peça de teatro homônima. Denzel Washington dirige e protagoniza junto com Viola Davis e Stephen Henderson a história de um homem que, na década de 1950, é frustrado por não ter seguido carreira no basebol durante a adolescência, tornando-se um catador de lixo. O personagem é visto como um reflexo da forte segregação racial existente nos EUA no século XX que se encontra presente na sociedade até os dias atuais.

 

lovingLOVING (2016)

Baseado em uma história real, o filme conta a história de um homem branco e uma mulher negra que entram em uma disputa judicial por terem violado uma lei anti-miscigenação do estado de Virgínia, nos EUA, ao se casarem em um estado sem esta restrição. O caso foi extremamente importante para a consolidação da luta pelos direitos civis no país em questão. Ainda não há previsão de lançamento do filme no Brasil.

 

hawksawATÉ O ÚLTIMO HOMEM (Hacksaw Ridge, 2016)

O filme, que estreia em 26 de janeiro de 2017, conta a história real do socorrista Desmond Ross (interpretado por Andrew Garfield) que tinha como princípio não entrar no serviço militar, mas que, com a obrigatoriedade de alistamento durante a Segunda Guerra Mundial, optou por entrar em campo de batalha servindo como parte do corpo médico. Na vida real, ele foi o único heroi de guerra que foi condecorado com a Medalha de Honra do Exército sem ter tocado em uma arma.