Notícias - Retomando o Caminhar: Professores se reunem para dar o passo inicial do ano letivo de 2018.

A chegada de um novo ano letivo é garantia de mudança, mas não só para os estudantes. A escola passa por reformas, novos professores são adicionados à equipe e, por isso, devem ser bem recepcionados. A equipe pedagógica do Colégio Nacional organizou, ontem (01/02), uma atividade de acolhimento com todos os educadores, chamada “Retomando o Caminhar”. O Consultor Pedagógico Thomé Caires e os diretores das unidades educacionais iniciaram com uma fala, seguidos da apresentação dos novos membros do corpo docente.

Segundo Cleide Cabral Álvares, Coordenadora Pedagógica, o objetivo da atividade foi estimular os professores para que trabalhassem de forma integrada, compreendendo a importância de uma proposta de educação e ensino coletiva interdisciplinar. “Queríamos que eles entendessem que o conhecimento é amplo e não fragmentado, que precisamos das outras áreas para construir um conhecimento significativo para os alunos”, disse.

A atividade ocorreu durante o período da manhã com a realização de vivências. Foram montadas estações, mesas com objetos da área da biologia, que deveriam ser analisadas e observadas nos mínimos detalhes. A partir delas, divididos em grupos, os educadores deveriam elaborar uma aula que abrangesse as áreas do conhecimento dos presentes. “A atividade poderia caminhar para qualquer área do conhecimento. Embora fossem conceitos biológicos, poderiam partir para a literatura, a geografia, a história. Eles eram livres para montar a aula a partir destas provocações”, disse Cleide. 

Sempre comprometido com maneiras inovadoras de educação e ensino, o Colégio Nacional tem a tradição de investir em pesquisas na área pedagógica e na formação de seus professores. Além de recepcionar a equipe, a atividade foi uma válvula de escape para o conhecimento formalizado. “Queremos que eles compreendam que acreditamos em uma metodologia ativa, no saber construido coletivamente, que as pessoas possuem competências e habilidades e que mesmo não entendendo acerca de determinado assunto,  o educador possui estruturas que permitem buscar este conhecimento”, finalizou Cleide. 

Confira fotos: