Notícias - Professor de Artes propõe realização de curta-metragem aos estudantes.

Livros de Edgar Allan Poe são inspiração para os curtas.

A habilidade de contar histórias data de milhares de anos. O ser humano é um ser social, ele busca por meio da linguagem representar a si mesmo e o mundo que o cerca.  Ciente do poder desta construção linguística, o professor Bruno, de Artes, resolveu propor uma atividade aos estudantes. A partir de textos e pinturas do Ultrarromantismo, eles deveriam escrever e realizar os próprios curtas. A ideia surgiu de conversas com os próprios alunos. “Fizemos uma pesquisa sobre o que eles gostam de assistir e acabamos encontrando este tema em comum”, disse ele.

A atividade será feita com as turmas de 9º ano das unidades Rondon e México. Durante o 1º trimestre, eles farão o planejamento e vão realizar a escrita do roteiro, em sala de aula, a pré-produção, a filmagem e a edição. Dentro da temática ultrarromântica, eles escolheram o nicho do cinema de terror. Serão realizados mais de 15 curtas, que, posteriormente, vão passar por uma seleção e premiação no estilo do Oscar.

Segundo o professor, o objetivo é vivenciar a produção, demonstrar a capacidade criativa  e ter a oportunidade de criar uma narrativa original no formato audiovisual. Entre os textos literários tidos como inspiração estão as obras de Edgar Allan Poe. O autor lançou mais de 40 obras, sendo em sua maioria contos, que condensavam tensões e terrores em poucas páginas. Os estudantes já fizeram cartazes para divulgar suas produções. “Eles estão empenhados em construir seus filmes porque gostam muito de assistir. É a oportunidade de contar as próprias histórias!”, finalizou Bruno.

Confira os cartazes feitos pelos próprios alunos para divulgar os curtas: