Notícias - Estudantes do 6º e 9º anos realizam descida de rafting pelos rios Uberabinha e das Pedras

O Colégio Nacional realizou, no último fim de semana, uma descida pelo Rio das Pedras e pelo Rio Uberabinha. No sábado (05/05), os estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental II foram recepcionados na escola e, por volta das 08h, saíram rumo ao Hotel Fazenda Rio das Pedras. No caminho, pararam em um mirante, no qual foi possível ver o divisor de águas das bacias hidrográficas dos rios em questão, além de observar a paisagem, a vegetação e a hidrografia.

Chegando ao local, os alunos foram apresentados aos membros do “Rios Livres” – equipe formada por Gustavo Malacco, Polyanna Duarte, Maristelly Pereira e Letícia Dinatto (biólogos), Rafaela Resende (Logística), Hellen Cristine da Silva Costa, Isabelle Damasceno e Betânia Côrtes (geógrafas), Graziela Pascoli (veterniária), Roberto Chacur (fotógrafo), André Barcelos (graduando em Engenharia Ambiental) e da equipe do “Bora Remá” João Faria (turismólogo), Angelo Henrique dos Santos Neto, William Cesar Borges e Rafael Normando -,  que luta pela preservação das bacias hidrográficas e contra os projetos vigentes de instalação de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH), parceiro do Naça na realização deste projeto.

A princípio, conheceram a história da equipe, os objetivos e as pessoas envolvidas. Em seguida, tiveram uma aula para apreender noções de segurança para a prática de rafting. A realização da descida pelo rio faz parte de uma proposta desenvolvida dentro do Comitê de Sustentabilidade,  como parte de uma ação para trabalhar o sentimento de pertencimento do estudante com sua região, além de compreender a necessidade de preservação dos afluentes e do ecossistema fluvial. Enquanto um grupo fez o percurso de descida no Rio das Pedras, o outro participou de uma aula com estudantes da UFU, um estudo sobre a análise de invertebrados aquáticos como indicadores de qualidade de água. Depois, os grupos inverteram os papeis.

Os estudantes desceram a encosta rumo à cachoeira, onde fizeram um piquenique, tomando cuidado para realizar o descarte dos resíduos nos sacos corretos. Segundo Tatiane Silva, Supervisora Administrativa da Unidade Uirapuru, “era possível notar o medo nas carinhas deles, mas, ao longo do tempo, eles foram ficando mais seguros e adoraram a experiência”. Por fim, tiveram um momento de relaxamento na cachoeira, antes de voltar para a cidade.

No domingo (06/05) foi a vez dos estudantes do 6º ano do Fund.2. O rio escolhido foi o Uberabinha. Os estudantes tiveram uma aula com o pessoal do “Rios Livres”, conhecendo-os melhor a aprendendo medidas para uma descida mais segura. Desta vez, os grupos aportaram da AABB. Durante a descida, as crianças tiveram a oportunidade de vislumbrar um pouco da biodiversidade presente no rio e dos impactos humanos sobre o mesmo. O momento mais emblemático foi a passagem por dentro do Praia Clube, com direito a pais acenando da ponte e filmagem ao vivo.

Segundo o biólogo Gustavo Malacco, membro do Rios Livres, a atividade foi extremamente importante no aspecto da conscientização. “Geralmente, pessoas adultas têm dificuldade em quebrar paradigmas, já as crianças e adolescentes estão em formação e serão futuros tomadores de decisão. Se o estudante de hoje se tornar um engenheiro, um político ou um biólogo, a experiência que ele teve com o rio certamente vai influenciar nas futuras escolhas para mudar o paradigma atual, estimular o espírito crítico, entender como a economia desenfreada influi na qualidade de vida e no meio ambiente”. Ações como esta são como plantios de semente para uma sociedade mais justa.

Confira fotos: