Notícias - Crianças visitam idosos em Residência Geriátrica

Projeto é focado na valorização da terceira idade e pretende incentivar a troca de experiências entre as gerações.

Combinar a vivacidade da criança com a sabedoria dos idosos e valorizar as relações humanas, eis o objetivo do projeto “Crianças e Idosos: Teia de Relações”. A iniciativa propõe às famílias dos estudantes do 1º ano do Ensino Fundamental I do Colégio Nacional, visitações em grupos à Residência Geriátrica Villa Santé, de forma que as próprias famílias deem continuidade, partindo para além dos limites da escola.

A ideia inicial partiu de um vídeo com uma ação similar realizada em uma casa de repouso em São Paulo, encaixando perfeitamente com a estrutura didática explorada no nível de ensino. “Durante o 1º ano, as crianças exploram o desenvolvimento humano, passam pelo nascimento, pelo crescimento, mas geralmente, não se detém na questão da terceira idade, tampouco na posição social ocupada por eles”, explica Cleide Cabral, Consultora Pedagógica.

Pais e estudantes foram envolvidos no processo. Os primeiros, participaram de uma reunião com a equipe pedagógica e com os parceiros. Nela, conheceram o empresário Hudson dos Reis Pereira, proprietário da Villa Santé, que se mostrou animado com a ideia. “Haverá atividades como contação de histórias, apresentação de filmes e jogos, com o intuito de promover a interação dos idosos com as crianças e a troca de experiências”.

Já as crianças participaram de uma sensibilização. Em uma roda de conversa, leram um livro que falava da visitação a um asilo e, a partir da obra, respondiam uma série de perguntas por meio da intervenção docente, conceituando o que é ser idoso e buscando uma relação do mesmo com o cotidiano familiar.

O Colégio Nacional, filiado à Unesco, submete anualmente um projeto social que é realizado pelos estudantes, visando impacto prático na comunidade. Segundo as coordenadoras pedagógicas, Marilda Rodrigues e Consuelo Varella, a ideia de relacionar idosos e crianças, além de prazerosa para ambos é extremamente importante. “É um projeto que tem a ver com o ser e não com o ter, ele ensina a criança a valorizar o idoso e temos certeza de que elas se tornarão seres humanos melhores depois desta experiência”, disse Marilda.

As primeiras visitas à Residência Geriátrica ocorreram nos dias 26, 28 e 29/06. Cada dia com uma turma, que realizou as atividades escolares e lúdicas no local, com a participação dos moradores. Houve momentos de puro amor, no qual as crianças demonstraram afeto e carinho pelos idosos e vice-versa. Uma das senhoras deu aula de inglês para os pequenos, enquanto outras duas crianças abraçavam outra idosa e cuidavam dela com muito carinho. Foi uma tarde mágica. “A correria do dia a dia impede que os adultos tenham tempo disponível para estarem junto às crianças, entretanto elas têm todo o tempo do mundo, assim como os idosos, então, por quê não possibilitar esta troca entre eles”, questiona Consuelo.