Notícias - Janeiro Branco: por uma cultura da saúde mental

A virada de ano é um período simbólico. Uma época em que as pessoas costumam se debruçar sobre suas vidas e analisar tudo pelo que passaram, objetivos falhos e atingidos, além de se programarem para o ano que está por vir. Foi pensando neste simbolismo, que em 2014, um grupo de psicólogos, daqui mesmo de Uberlândia, se uniu para criar a campanha “Janeiro Branco”.

A ideia é ocupar os espaços públicos com ações, palestras e momentos de interação na mídia e nas Redes Sociais, chamando a atenção da sociedade para a questão da saúde mental e emocional. Em entrevista ao programa Manhã Total sobre a campanha, o psicólogo Leonardo Abrahão reafirmou a necessidade de diálogo. “É preciso falar sobre isso, se não falar, vira tabu. É preciso fazer um esforço para desmistificar todas essas questões”, disse ele.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) a sociedade brasileira é a recordista latino-americana em casos de depressão, a campeã mundial em relação à ansiedade e o 4º colocado em relação ao crescimento das taxas de suicídio entre os jovens da América Central e da América do Sul.

Isto se reflete nos altos índices de violência em seus vários âmbitos e manifestações, criminalidade, suicídios, alcoolismo, depressão, ansiedade, entre outras situações que acabam por impactar o equilíbrio mental, emocional, comportamental e relacional dos indivíduos da nossa sociedade.

Com o slogan “quem cuida da mente, cuida da vida”, o Janeiro Branco é uma corrente formada por milhares de psicólogos e psicólogas, profissionais da saúde e cidadãos de todo o país em uma campanha que já é lei em várias cidades, chegando, até mesmo, a algumas localidades no exterior.

Durante o mês, nosso site e Redes Sociais vão trazer informações sobre as atividades em Uberlândia e artigos sobre saúde mental e emocional. Mais detalhes sobre a campanha podem ser encontrados em: www.janeirobranco.com.br e www.facebook.com.br/campanhajaneirobranco